screamin' jay hawkins

screamin jay hawkins‘I Put a Spell on You’ uma das melhores músicas de todos os tempos e regravada por 'Creedence Clearwater Revival', 'Them', a ex banda de Van Morrison, 'The Animals', Joe Cocker, Nick Cave, Ray Charles, Bryan Ferry, Buddy Guy e Nina Simone e até por Marilyn Manson, foi composta em 1956 por Screamin Jay Hawkins, o bluesman maníaco que foi o pioneiro no rock-show de horrores e nas apresentações recheadas de elementos macabros sendo copiado por Alice Cooper e Ozzy Osbourne. Excêntrico, com uma voz poderosa, é talvez o mais folclórico bluesman de todos os tempos. Não só pela aparência, mas pelas apresentações inusitadas. Seus shows eram bizarros, com caixões, aranhas falsas e fogos de artifício. Alucinado e macabro, subia ao palco com um cajado e uma caveira na ponta e vestido como um líder vodu africano.

Homenageado no documentário ‘I Put A Spell On Me’, dirigido pelo grego Nicholas Triandafyllidis, poucos conhecem Screaming Jay Hawkins, nascido em Cleveland, Ohio, em 1929 como Jalacy Hawkins. Ele estudou piano clássico quando criança e aprendeu a tocar guitarra com vinte anos, foi boxeador em sua juventude e serviu o exército americano na Segunda Guerra e na Coréia retornando quando uma granada explodiu próximo a ele. Seu objetivo inicial era se tornar cantor de ópera, no entanto, quando suas ambições iniciais falharam, ele começou a carreira de cantor de blues e como pianista. O sucesso veio em 1956 quando gravou seu maior sucesso: ‘I Put a Spell On You’. Ele havia imaginado a música como uma balada refinada, mas durante a sessão de gravação a banda inteira estava embriagada e Hawkins gritou e grunhiu. O resultado se tornou seu maior sucesso comercial e teria ultrapassado um milhão de cópias em vendas. O desempenho foi hipnotizante, apesar de Hawkins ser incapaz de lembrar-se da sessão de gravação. Mais tarde ele teve que reaprender a canção a partir da versão gravada. Enquanto isso, a gravadora lançou uma segunda versão do single, removendo os grunhidos embelezando o desempenho original; isso foi em resposta às queixas sobre a sexualidade explícita da gravação. Logo após o lançamento o disc jockey Alan Freed ofereceu a Hawkins $300 para sair de um caixão no palco. Hawkins aceitou e criou um personagem bizarro que incluia roupas de pele de leopardo e adereços voodoo, cobras de borracha e o crânio com um cigarro espetada em uma vara chamado Henry. Essas encenações lhe valeram o apelido de ‘Vincent Price negro’.

screaming jay hawkinsAs músicas lançadas posteriormente como ‘Constipation Blues’, ‘Orange Colored Sky’ e ‘Feast of the Mau Mau’ não tiveram o sucesso monumental de ‘I Put a Spell on You’. Na verdade, ‘Constipation Blues’ foi descrita como grosseira. Em Paris em 1999 e no Taste of Chicago festival, ele realmente cantou a música com um vaso sanitário no palco. Screamin' Jay Hawkins continuou a fazer turnês e gravar até os anos 60 e 70, particularmente na Europa, onde era muito popular. Em 1983, Hawkins mudou-se para o New York. Em 1984 e 1985, Hawkins colaborou com os roqueiros de garagem ‘The Fuzztones’. Em 1991, lançou seu álbum ‘Black Music for White People’. Em 1993, sua versão de ‘Heart Attack e Vine’ música de Tom Waits tornou-se sucesso apenas no Reino Unido. Hawkins também excursionou com ‘The Clash’ e Nick Cave durante este período, e não apenas foi presença em festivais de blues, mas também em vários festivais de cinema. Screamin' Jay Hawkins faleceu após cirurgia para tratar de um aneurisma. Sua vida é cercada de vários mistérios, dizem que deixou 55 filhos com várias mulheres, após investigação, esse número subiu para 75 filhos. O certo é que Screaming Jay Hawkins escreveu o seu nome na história do blues.

Screamin' Jay Hawkins - Voodoo Jive The Best of (1990)

Voodoo Jive: The Best of (1990)

Tracklist
01. I Put a Spell on You 02. Little Demon 03. Alligator Wine 04. I Love Paris 05. Person to Person 06. Frenzy 07. Do You Really Love Me 08. This Is All 09. Just Don't Care 10. You Made Me Love You 11. Yellow Coat 12. I Hear Voices 13. Orange Colored Sky 14. (She Put The) Wamee (On Me) 15. Feast of the Mau Mau 16. Move Me 17. Constipation Blues



5 comentários:

requeri disse...

tive dias de tortura no trabalho. duraram até quinta. quanto muito dava pra manter o reblogg. imperdoável se, nem isso, fosse possível. agora terei uma semana de folga. tá todo mundo em ny/puerto rico.
vim até aqui restabelecer as forças. beijo.

jl disse...

...não conhecia este músico, até assistir um filme de jim jarmusch: Stragner than paradise, o filme com uma única musica de trilha sonora , I put a spell on you, a musica era muito boa, e fiquei intrigado, parecia Tom Waits(esse diretor trabalha muito com o TOm Waits,a ex: no Down By Low), mas não era.. nos créditos vi que era esse o bluesmam, eu escuto essa musica praticamente todo dia, é muito boa a versão dele, ja conhecia a da Nina Simone, mas a dele é muito boa..

**didi** disse...

Uau! Screamin foi o maior bluesman da história! Adoro e também escuto I put a spell on you quase todos os dias... sem dúvida uma das melhores músicas de todos os tempos.
Parabéns pelo blog super bacana, muita coisa boa por aqui hein!
Posso linkar vcs?
Super bjuxxx

Anonymous disse...

'I Put On Spell On You' é clássica.
Muita gente regravou esta canção:
Creedence Clearwater Revival, Arthur Brown, C.A. Quintet, etc.

Parabéns pelo blog! Muita coisa de Blues e Jazz só encontro aqui!

Vida longa ao blog e ao bom gosto.

mara* disse...

Obrigada Anônimo..,bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...