dusty springfield

dusty springfieldA diva mais pop da Grã-Bretanha, Dusty Springfield, também foi a cantora branca de soul mais famosa de sua época, uma artista emocional notável, que por décadas acompanhou as transformações musicais com consistência e pureza inigualáveis. É aclamada com uma das cinco poderosas divas pop dos anos sessenta, sendo as outras, - Aretha Franklin, Dionne Warwick, Diana Ross e Martha Reeves. Em Amy Winehouse a influência de Dusty: penteado volumoso e rímel preto nos olhos, que fez dela um ícone da ‘swinging sixties’, um termo genérico aplicado ao cenário da moda e cultural que floresceu em Londres, na década de 60. A sensual Dusty abrangeu desde o pop, o soul até o rhythm and blues com profundidade e sofisticação ímpar. Dusty não precisava mostrar seios e pernas. Firmou-se num momento em que às mulheres não era dado muito espaço na indústria da música. Em 1964, ela tornou-se a vocalista mais popular da Grã-Bretanha.

Nascida em uma família irlandesa como Mary Isobel Catherine Bernadette O'Brien em 1939, em Hampstead, Londres, Dusty cresceu em meio a música clássica e jazz. Seu pai a incentivava a ouvir Duke Ellington, Count Basie, Glenn Miller e Cole Porter. Enquanto sua mãe a levava ao cinema e a museus. A sua primeira grande influência foi Peggy Lee. Ao completar seus estudos, juntou-se ao trio pop ‘The Lana Sisters’, onde aprendeu sobre harmonia, técnicas de microfone, gravações, aparições na TV e shows ao vivo. Em 1960, formou o trio folk ‘The Springfields’ com seu irmão Dion O' Brien e seu amigo Tim Feild. Em 1963, atraída pelo rhythm & blues, adotou o nome do grupo para seguir carreira solo. Sozinha, estava livre para explorar a música negra norte-americana. O que ela conseguiu foi nada menos do que uma reinvenção da música soul britânica. Seu primeiro single, ‘I Only Want to Be With You’ rapidamente alcançou as paradas britânicas e norte-americanas e revelou o estilo que a iria consagrar. O primeiro álbum, ‘A Girl Called Dusty’, foi lançado em 1964.

The Lana Sisters    The Springfields

The Lana Sisters | The Springfields

No mesmo ano, hits como ‘Stay Awhile’ e ‘I Just Don’t Know What To Do With Myself’, perderam apenas para os ‘Rolling Stones’ e ‘Beatles’. E foi deportada da África do Sul por se recusar a se apresentar diante de uma platéia racialmente segregada. Em 1965, participou do festival da canção italiana em San Remo, mas não se classificou. Durante a competição ouviu a canção ‘Io Che Non Vivo (Senza Te)’ e gravou a sua versão em inglês, ‘You Don't Have To Say You Love Me’. Até 1969, Dusty chegou às paradas mais de 20 vezes. A década de 60 chegou ao final e muitas cantoras foram consideradas fora de moda, assim Dusty foi para Memphis, Tennessee, em 1968 e assinou contrato com a ‘Atlantic Records’. Com a banda ‘The Memphis Cats’, os backing vocals de ‘The Sweet Inspirations’, o guitarrista Reggie Young, o baixista Tommy Cogbill, e o baterista Gene Chrisman gravou o álbum ‘Dusty in Memphis’, o mais aclamado da carreira e apesar de ser classificado entre os melhores álbuns de todos os tempos, não vendeu bem, nem mesmo na Inglaterra. ‘Dusty in Memphis’ é considerado um marco do soul e do R&B e influenciou Amy Winehouse, Duffy e Adele. Foi nesta época que Dusty indicou o ‘Led Zeppelin’ para a ‘Atlantic Records’, pois conhecia o multi-instrumentista John Paul Jones de gravações anteriores.

Dusty Springfield & Carole PopeNos anos 70, Dusty enfrentou crises tanto em sua música como em sua vida pessoal. Em 1971, frustrada com sua carreira e perseguida pela imprensa, em um ato corajoso, revelou ser homossexual. Mudou-se para os Estados Unidos, e se aposentou, deixando para trás o material de dois discos não lançados. Seu primeiro de muitos retornos foi em 78 com o álbum ‘It Begins Again’, com sucesso mediano. Outros discos vieram, mas os bons tempos de fama ficaram para trás. Nos anos 80, lançou algumas gravações que não chamaram a atenção. Em 1981, em New York, Dusty conheceu Carole Pope, famosa vocalista do movimento punk dos anos 70 no Canadá. Dusty foi morar com Carole em Toronto, em uma fazenda, onde pudesse viver junto aos animais que tanto adorava, principalmente, os gatos. Essa união foi o início de um caso tempestuoso que durou apenas 18 meses. Dusty foi para Los Angeles para começar a trabalhar em um novo álbum. Neste momento, em que o sucesso já não era o mesmo, e o relacionamento com Carole era tênue e começou a desmoronar, Dusty sucumbiu. Alcoólatra e dependente de drogas, foi hospitalizada várias vezes devido à auto-flagelação e foi diagnosticada com depressão maníaca.

Superados os vícios, em 1987, foi convidada pela dupla pop britânica ‘Pet Shop Boys’ para a faixa ‘What Have I Done To Deserve This’, que instantaneamente, se tornou sucesso mundial, chegando a quase todas as paradas, e um jovem público descobriu Dusty Springfield. Ainda com a dupla foram lançadas ‘Nothing Has Been Proved’ e ‘In Private’; e em 1994, um documentário sobre sua vida, ‘Full Circle’. Ainda nesse ano, Dusty foi incluída por Tarantino na trilha sonora de ‘Pulp Fiction’ com o clássico ‘Son Of A Preacher Man’. Em 1995, foi diagnosticada com câncer de mama, e depois de meses de terapia de radiação acreditou-se que a doença estivesse em remissão. No verão de 1996, no entanto, o câncer havia retornado, e em 1999, Dusty Springfield morreu aos 59 anos de idade. Seu amigo Elton John ajudou a introduzi-la ao ‘Rock and Roll Hall of Fame’.

dusty springfield - natchez trace


dusty springfield - a girl called dusty (1964)    dusty springfield - dusty in memphis (1999)    dusty springfield - at her very best (2006)

A Girl Called Dusty (1964)

Dusty in Memphis (1999) (remastered)
parte I    parte II

At Her Very Best (2006)
CD 1    CD 2

Tracklist: A Girl Called Dusty
01. Mama Said 02. You Don't Own Me 03. Do Rei Mi 04. When The Lovelight Starts Shining Thru His Eyes 05. My Colouring Book 06. Mockingbird 07. Twenty-Four Hour From Tulsa 08. Nothing 09. Anyone Who Had A Heart 10. Will You Love Me Tomorrow 11. Wishin' And Hopin' 12. Don't You Know 13. I Only Want To Be With You (Alternate Mix) 14. He's Got Something 15. Every Day I Have To Cry 16. Can I Get A Witness 17. All Cried Out 18. I Wish I'd Never Loved You 19. Once Upon A Time 20. Summer Is Over

Tracklist: Dusty in Memphis
01. Just a Little Lovin' 02. So Much Love 03. Son of a Preacher Man 04. I Don't Want to Hear It Anymore 05. Don't Forget About Me 06. Breakfast in Bed 07. Just One Smile Listen 08. The Windmills of Your Mind 09. In the Land of Make Believe 10. No Easy Way Down 11. I Can't Make It Alone 12. What Do You Do When Love Dies 13. Willie & Laura Mae Jones 14. That Old Sweet Roll (Hi-De-Ho) 15. Cherished 16. Goodbye 17. Make It with You 18. Love Shine Down 19. Live Here with You 20. Natchez Trace 21. All the King's Horses 22. I'll Be Faithful 23. Have a Good Life Baby 24. You've Got a Friend 25. I Found My Way

Tracklist: At Her Very Best
CD 1: 01. You Don’t Have To Say You Love Me 02. Son Of A Preacher Man 03. Take Another Little Piece Of My Heart 04. I Wanna Make You Happy 05. I Just Don’t Know What To Do With Myself 06. Will You Love Me Tomorrow 07. Breakfast In Bed 08. Twenty-Four Hours From Tulsa 09. Am I The Same Girl 10. Make It With You 11. Oh No! Not My Baby 12. In The Middle Of Nowhere 13. Stay Awhile 14. That’s How Heartaches Are Made 15. Ain’t No Sunshine Since You’ve Been Gone 16. I Close My Eyes And Count To Ten 17. The Windmills Of Your Mind 18. Give Me Time 19. Some Of Your Lovin’ 20. Island Of Dreams 21. What Do You Do When Love Dies 22. Little By Little 23. Quiet Please There’s A Lady On Stage (Live)
CD 2: 01. The Look Of Love 02. Spooky 03. I Only Want To Be With You 04. Anyone Who Had A Heart 05. You’ve Got A Friend 06. Your Hurtin’ Kind Of Love 07. Wishin’ & Hopin’ 08. How Can I Be Sure? 09. This Girl’s In Love With You 10. (They Long To Be) Close To You 11. Losing You 12. Wish I’d Never Loved You 13. Goin’ Back 14. All I See Is You 15. I’ll Try Anything 16. If You Go Away 17. You Don’t Own Me 18. Brand New Me 19. The Star Of My Show 20. Reputation 21. What Have I Done To Deserve This? – feat. Pet Shop Boys 22. In Private

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...