imelda may

mulheres no rock'n'roll
chrissie hynde = the pretenders
crucified-barbara
dolores o'riordan = the cranberries
doro pesch = warlock
girlschool
janis joplin
joan jett | lita ford = the runaways
siouxsie and the banshees
wendy o williams = plasmatics

imelda mayImelda May pode ser um nome desconhecido para alguns, mas para muitos ela já é uma superstar. Ela é inconfundível, tanto na sua música, uma fusão de blues e rockabilly que não estaria fora de lugar num filme de David Lynch ou de Tarantino, como no seu estilo, com um solitário topete loiro no cabelo preto. Imelda May é um talento vocal único, aquele que está fora da ordem normal do tempo e das tendências. Inspirada pelos sons do blues e jazz e no som do rockabilly, um dos primeiros subgêneros do rock’n’roll, tendo surgido no começo da década de 50, aos nove anos de idade já era fã, particularmente, de Elmore James e Billie Holiday e especialmente da música de Buddy Holly, pioneiro do rock and roll; Eddie Cochran e Gene Vincent, ícones do rockabilly. Nascida em Dublin, Irlanda, aos catorze anos cantou em uma propaganda de TV, no entanto, sua carreira começou aos 16 anos percorrendo o circuito de clubes de Dublin onde ocasionalmente era impedida por ser menor de idade. Depois de se mudar para o Reino Unido em 1998, começou a cantar com a banda de jazz ‘Blue Harlem’ e por quatro anos como vocalista da banda de Mike Sanchez, cantor e pianista de rhythm and blues. Imelda lançou um punhado de álbuns independentes, em 2003, com sua banda lançou ‘No Turning Back’ ainda com o nome de solteira, Imelda Clabby, mais tarde regravado com o seu nome de casada. Em 2007, gravou e lançou em sua própria gravadora o álbum ‘Love Tattoo’, com a sua fantástica banda de apoio composta pelo trompetista Dave Priseman; o guitarrista Darrell Higham, com quem é casada; o baixista Al Gare e o baterista Steve Rushton. Imelda, além de vocalista, toca 'bodhrán', um instrumento musical de percussão irlandês que assemelha-se a um tamborim. Imelda dividiu o palco com Eric Clapton, Jeff Beck, Van Morrison, Scissor Sisters e, mais recentemente, com a primeira-dama do rockabilly, Wanda Jackson.

imelda may no Evolution Festival (2009)

Imelda May no 'Evolution Festival' (2009)

imelda may & jeff beck

O guitarrista Jeff Beck e Imelda May (2010)

Hoje, a irlandesa Imelda May, de 37 anos, é a mais nova queridinha do gênio da guitarra, o britânico Jeff Beck. Depois de excursionar por todo o mundo promovendo 'Love Tattoo’, uma pequena pausa foi feita e Imelda emprestou a sua voz para o grande álbum ‘Rock’n Roll Party’, de Jeff Beck, gravado ao vivo em 2010 nos Estados Unidos durante homenagem ao virtuoso guitarrista Les Paul; para logo depois entrar no estúdio e gravar o magnífico 'Mayhem', uma coleção de standards e canções dela própria. Nele Imelda continua a desenvolver a sua fusão única de clássicos do rock básico, o rockabilly, o country, o jazz e o blues; e gêneros musicais modernos. O registro não só apresenta a sua capacidade de composição excepcional, mas também exibe algumas influências díspares, ‘Psycho’ capta o espírito do início da carreira da cantora britânica PJ Harvey, uma das mais importantes artistas de sua geração e um dos ícones do rock da década de 90; enquanto na dolorosamente triste ‘Kentish Town Waltz’ evoca a imagem de Chrissie Hynde, musicista estadunidense, conhecida especialmente como líder da banda ‘The Pretenders’. Em 2011, Imelda lançou 'More Mayhem', uma edição especial de seu disco de ouro 'Mayhem' com vários bônus. É hora de ouvir a irlandesa Imelda May, excepcional na escolha do repertório jazzístico e blueseiro sem apelar para clichês.

imelda may - no turning back (2007)    imelda may - love tattoo (2008)

No Turning Back (2007)    |    Love Tattoo (2008)

No Turning Back
01. Dealing With The Devil 02. Flame Of Love 03. Cry For Me Baby 04. Till I Kissed You 05. What Am I Gonna Do 06. Once More 07. Wild About My Lovin' 08. No Turning Back 09. End Of The World 10. Y'hoo 11. Don't Do Me No Wrong 12. Forever You And Me 13. Bring My Cadillac Back 14. Lovey Dovey Lovely One 15. Let Us Sing

Love Tattoo
01. Johnny Got A Boom Boom 02. Feel Me 03. Knock 123 04. Wid About My Lovin' 05. Big Bad Handsome Man 06. Love Tattoo 07. Meet You At The Moon 08. Smoker's Song 09. Smotherin' Me 10. Falling In Love With You Again 11. It's Your Voodoo Working 12. Watcha Gonna Do

imelda may - mayhem (2010)    imelda may - more mayhem (2011)

Mayhem (2010)    |    More Mayhem (2011)

Mayhem
01. Pulling the Rug 02. Psycho 03. Mayhem 04. Kentish Town Waltz 05. All for You 06. Eternity 07. Inside Out 08. Proud and Humble 09. Sneaky Freak 10. Bury My Troubles 11. Too Sad to Cry 12. I'm Alive 13. Let Me Out 14. Tainted Love 15. Johnny Got a Boom Boom

More Mayhem
01. Pulling The Rug 02. Psycho 03. Mayhem 04. Kentish Town Waltz 05. All For You 06. Eternity 07. Inside Out 08. Proud And Humble 09. Sneaky Freak 10. Bury My Troubles 11. Too Sad To Cry 12. I'm Alive 13. Let Me Out 14. Tainted Love 15. Johnny Got A Boom Boom 16. Road Runner (Bonus Track) 17. Gypsy (Bonus Track) 18. Blues Calling (Bonus Track) 19. Walking After Midnight (Bonus Track) 20. Inside Out (Remix) (Bonus Track) 21. Proud And Humble (Remix) (Bonus Track)

Com o álbum ‘Rock 'N' Roll Party’, Jeff Beck com Imelda May e sua banda homenagearam Les Paul, seu amigo e mentor. Patrocinado pela ‘Gibson Guitar’ e anunciado como uma celebração especial ao que teria seria o aniversário de 95 anos do ícone da guitarra Les Paul, Jeff Beck foi acompanhado pela banda de Imelda no ‘Iridium Jazz Club’, New York, em 2010. O concerto hipnotizou a platéia repleta de estrêlas com os clássicos ‘How High The Moon’, ‘Vaya Con Dios’ e ‘Mockin’ Bird Hill’, que Les Paul gravou com a sua esposa, a cantora e guitarrista Mary Ford; e os standards do rock’n’roll ‘Twenty Flight Rock’ e ‘Walking In The Sand’.

jeff beck e imelda may - rock 'n' roll party (2011)

Rock 'N' Roll Party (2011)
(Honoring Les Paul)

Personal
Jeff Beck (guitarra); Imelda May (vocal); Brian Setzer (guitarra e vocal); Darrel Higham (guitarra e vocal); Al Gare (baixo); Jason Rebello (teclados); Stephen Rushton (bateria e backing vocal); Dave Priseman (trompete); Leo Green (saxofone); Blue Lou Marini (saxophone); Gary U.S. Bonds (vocal); Troy Andrews (trombone)

Tracklist
01. Double Talking Baby 02. Cruisin' 03. The Train Kept A Rollin' 04. Cry Me A River 05. How High The Moon 06. I'm Sitting On Top Of The World 07. Bye Bye Blues 08. The World Is Waiting For The Sunrise 09. Vaya Con Dios 10. Mockin' Bird Hill 11. I'm A Fool To Care 12. Tiger Rag 13. Peter Gunn 14. Rockin' Is Our Bizness 15. Apache 16. Sleep Walk 17. New Orleans 18. (Remember) Walking In The Sand 19. Please Mr. Jailer 20. Twenty Flight Rock

imelda may - bury my troubles



5 comentários:

dubstep mixer disse...

Nice theme song and also so beautiful impressions in this post i am so inspired here from your post.
Thanks for sharing....



Audio Mixer

Mari Lee disse...

Amo!
Superstar, sem dúvida!

Joana Azevêdo disse...

Gostei muito do som dela e do estilo!!!
Baixei todos os cds!!!

Espero você no Pensando Música.

=**

mara* disse...

Imelda is wonderful. Thank you.

fbarth disse...

Estive rodando a net por esses cds faz tempo. E agora tem aqui no blog. Obrigado mesmo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...